Para mecânicos: Raio X – Chevrolet Tracker Premier Turbo: fácil de reparar

Conforme a tradição da marca, Chevrolet Tracker 1.4 Turbo tem manutenção fácil e barata

Texto: Leonardo Barboza
Foto: Rafael Guimarães

 

Para entrar na disputa de SUVs de entrada, no final de 2013 a Chevrolet trouxe para o Brasil a segunda geração do Tracker, importado do México inicialmente na versão LTZ e depois a LT com motorização 1.8 16V Ecotec de 144 cv (E) derivada do Chevrolet Cruze. Com o passar dos anos e a reestilização do Cruze, o Tracker também ganhou facelift, nova motorização 1.4 Turbo de 153 cv (E) equipado com injeção direta e oferecido na versão LT e Premier.

 

Mesmo com todo seu potencial em relação aos SUVs concorrentes o Chevrolet Tracker não engatou entre os três primeiros colocados no ranking de vendas.

 

Sabendo que o motivo das baixas vendas é o número limitado de veículos importado do México, resolvemos nos aprofundar em relação a sua manutenção, características do veículo e suas condições de reparo na oficina, verificando se o modelo faz jus a fama da marca com manutenção simples e barata.

 

ed-268-motor

 

ed-268-motor

 

ed-268-motor

 

A versão avaliada do Tracker foi a Premier de R$ 103.490 equipada com os opcionais airbag laterais e de cortina, alerta de colisão frontal e alerta de mudança de faixa. Levamos o modelo até Gerson de Oliveira Santos, mecânico e proprietário da oficina Gigios Bosch Service, no bairro do Ipiranga, São Paulo/SP.

 

ed-268-motor

 

ed-268-motor

 

ed-268-motor

 

MOTOR

 

Equipado com o motor 1.4 Turbo o, mesmo do Chevrolet Cruze, segundo Gerson é muito simples de realizar a manutenção preventiva devido a boa localização e facilidade de acesso e remoções dos componentes em caso de manutenção mais corriqueiras, como troca de filtros e de velas.

 

Gerson também ressaltou sobre o preço das peças de reposição. “Por se tratar de um motor turboalimentado e uma grande quantidade de componentes importados, é necessário seguir cautelosamente a manutenção indicada pelo fabricante, como o uso de óleo 0W20 e filtros com especificações corretas a fim de não danificar as peças do motor devido a uma falta de lubrificação correta. Caso haja um descuido e seja necessário a substituição de peças internas do motor ou a própria turbina, o preço da manutenção pode sair muito caro”.

 

ed-268-motor

 

ed-268-motor

 

ed-268-motor

 

ed-268-motor

 

INJEÇÃO ELETRÔNICA

 

O módulo de injeção, bateria e caixa de fusíveis estão bem localizados um do lado do outro no cofre do motor. O corpo de borboletas tem fácil localização para manutenção e limpeza. Já sobre os bicos injetores diretos, Gerson comenta que é necessário muita atenção. “Devido a altíssima pressão de trabalho, exige uma manutenção mais especializada e equipamentos corretos”.

 

SUSPENSÃO / UNDERCAR

 

A suspensão do Chevrolet Tracker é do tipo McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira, possuem reparação simples e rápida. “A bandeja da suspensão dianteira é fixada apenas por dois parafusos. Caso haja a necessidade de fazer a troca dos pivôs sem a bandeja, é preciso retirar o conjunto e remover os três rebites que fixam o pivô na bandeja. As buchas da barra estabilizadora e bieleta de alumínio tem fixações de fácil acesso”, explica Gerson. Em relação à suspensão traseira, a construção é muito simples e sem segredos na hora de preparar. No teste de rodagem o sistema de suspensão absorve muito bem os impactos nas imperfeições da pavimentação, segundo o mecânico. “É possível escutar a compressão dos amortecedores a gás trabalhando nos buracos”. Na parte do undercar, é possível observar as proteções reforçadas no motor e transmissão e uma proteção tubular no tanque e linha de combustível. “Por se tratar de um veículo SUV e que poderá encarar terrenos fora de estrada é essencial a proteção nas partes vitais do veículo”, afirmou o mecânico.

 

ed-268-motor

 

FREIOS

 

O SUV da marca vem equipado com freios a disco ventilado na dianteira e tambor na traseira, sistema bem simples, mas eficiente. A unidade do ABS tem fácil acesso no cofre do motor. Além do controle do ABS a unidade também é responsável pelos sistemas de distribuição de frenagem, assistente de partida em aclive, controle de tração e estabilidade. Gerson pediu atenção para a recomendação na tampa do reservatório do fluido de freio. “É preciso tomar muito cuidado na hora de comprar o fluido de freios. Pela performance do veículo e o seu peso, o ideal é seguir o DOT 3 recomendado pelo manual do proprietário. Somente utilizando o recomendável pela montadora é possível garantir 100% de sua eficiência”.

 

ed-268-motor

 

Ficha técnica

CHEVROLET TRACKER PREMIER 1.4 TURBO
Motor
Posição: Dianteiro, transversal, turbo
Cilindros: 4 em linha
Válvulas: 16V
Taxa de compressão: 10,0:1
Injeção de combustível: direita
Potência: 153 cv (E) / 150 (G) a 5 200 rpm
Torque: 24,5 Kgfm (E) / 24,0 Kgfm (G) a 2 000 rpmCâmbio
Automático, 6 marchas

 

Freios
Dianteira: Disco ventilado
Traseiros: Tambor

 

Direção
Assistência Elétrica

 

Suspensões
Dianteira: Independente, McPherson
Traseira: Eixo de Torção

 

Rodas e Pneu
Rodas: Liga leve, 18 polegadas (opcionais)
Pneus:215/55 R18

 

Dimensões
Comprimento (mm):4258
Largura (mm):1776
Altura (mm):1678
Distância entre eixos (mm): 2555

 

Capacidades
Porta-malas: 306 litros
Caçamba: 53 litros

 

Fonte: Revista O Mecânico.

revista_o_mecanico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.