Meu carro deu pane. E agora?

Por Alberto Panetto

 

Quem dirige há mais tempo certamente já passou por uma situação de pane no veículo, não é verdade? Inclusive engana-se quem acha que isso só acontece com carro velho. Eu mesmo vejo quase todos os dias no trajeto casa-trabalho carros parados no acostamento ou sobre um caminhão-guincho, e muitas vezes são carros novos e até de luxo. Ou seja, mesmo que seu carro seja novo, a manutenção esteja em dia, seja de uma montadora “confiável”, você não está livre dessa possibilidade.

 

E como esses imprevistos sempre acontecem quando menos esperamos, quero lhe preparar para essa situação. Confira:

 

 

Deixe seu veículo em local seguro

 

Muita gente se esquece de que a primeira coisa a se fazer quando seu carro para numa via, independente do motivo da pane, é estacioná-lo em local seguro. Entenda como seguro o acostamento. Caso a via não tenha acostamento, opte por direcioná-lo, estacioná-lo ou mesmo empurrá-lo sempre para o lado direito da pista, junto ao meio-fio. Assim o prejuízo aos demais motoristas será reduzido.

 

 

Sinalize

 

Estacionou o veículo em local seguro, pegue imediatamente o triângulo que fica no porta-malas de seu carro e o coloque a uma distância de aproximadamente 110 passos, podendo-se aumentar esse espaço caso problema com seu veículo aconteça em uma curva, por exemplo.

 

Vale ressaltar que a não sinalização da via em caso de pane é uma falta grave sujeita a multa e perda de 7 pontos na habilitação.

 

Havendo necessidade e dependendo das condições da pista tais como buracos, chuva, pouca ou ausência de iluminação, recomenda-se reforçar a sinalização com galhos de árvores ou outros objetos a fim de facilitar a identificação do problema por parte dos demais condutores, evitando assim novos acidentes.

 

 

deu-pane-no-meu-carro

 

 

Resolvendo o problema do carro, não se esqueça de retirar os objetos colocados na via. A não remoção poderá ocasionar punição, conforme orienta o código brasileiro de trânsito.

 

 

Peça ajuda profissional

 

Concretizadas as ações sugeridas anteriormente, chame um profissional. Se seu carro é novo, tem seguro ou ainda está na garantia da fábrica, ligue e solicite o envio de um mecânico ou de um reboque. Caso seu carro seja mais antigo e não tenha seguro, aí o recomendado é chamar um mecânico de confiança. Se você não tiver um peça indicação a um amigo.

 

 

Continua depois do anúncio

 

 

 

Evite aceitar ajuda de pessoas sem capacitação. O brasileiro tende por característica a ajudar quem está passando por alguma dificuldade. Contudo, nestes casos, se a pessoa não for qualificada, pode atenuar o problema.

 

Lembre-se de manter a calma e tomar as medidas cabíveis para que essa situação desagradável não se torne ainda mais prejudicial para você e para os outros motoristas. Evite permanecer dentro do veículo durante o socorro, por questões de segurança.

 

E aí, gostou?

 

Até o próximo artigo!
Fonte: Alberto Panetto.

Redação Clicarros.

www.clicarros.com.br

 

lgo_peq

Esse blog é um produto da plataforma automotiva www.CLICARROS.com.br, a maior do Espírito Santo. Os estoques das maiores concessionárias e melhores revendas do Estado em um único lugar. Se você é particular, também pode anunciar grátis. 

Procurando um carro para comprar? Acesse www.clicarros.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.