Verão: troca de filtro do ar-condicionado evita calor e prejuízo

A estação mais quente do ano já começou e na lista de prioridades para enfrentar as altas temperaturas está, sem dúvida, o ar-condicionado do veículo. Mas de nada adianta ter o aparelho se ele não cumpre o seu papel.

Se isso acontece com seu carro, fique atento: pode ter passado a hora de trocar o filtro do ar-condicionado. “O filtro geralmente fica ‘escondido’ na parte interna do carro e pode passar despercebido, gerando riscos e prejuízo para o motorista”, afirma o gerente de pós-venda da Kurumá no Estado, Marcelo Marques.

Marques explica que o equipamento merece cuidado e deve passar por manutenção periódica. “A troca do filtro do ar não é um dos itens obrigatórios nas revisões, mas faz toda diferença. Em nossas concessionárias, a orientação para toda a equipe de serviço é verificar 100% dos veículos, pois um filtro sem troca há muito tempo exige mais do carro, aumenta o consumo do combustível, piora a qualidade do ar que circula na parte interna do carro e ainda reduz o desempenho do ar-condicionado”, afirma.

Em alguns casos, o filtro está tão sujo que a simples troca não é suficiente e precisa ser realizada uma limpeza completa do sistema, inclusive da caixa evaporadora, o que torna o serviço mais caro. Por isso, a manutenção preventiva com a troca do filtro e higienização do sistema é sempre a melhor opção.

De acordo com Marques, mais de 90% dos motoristas que procuram as concessionárias Kurumá em todo o Estado não se atentam para esse item. “Isso acontece não só com o filtro do ar-condicionado, mas com outras peças menos visíveis. Mas com esse calor, na dúvida, é melhor verificar como está o filtro do ar do carro”, finalizou.

Quando trocar


Para saber se está na hora de trocar o filtro, é importante conferir a indicação do fabricante do veículo. “Em média, a recomendação é a substituição na faixa dos 10 mil quilômetros rodados”, ressalta o gerente geral da Land Vitória, Guto Roque.

A manutenção preventiva, orienta, é sempre o caminho mais seguro e barato pra evitar prejuízo. “O carro é um patrimônio de alto valor, que exige bastante disciplina e planejamento financeiro para ser adquirido. Então não esqueça: realizar uma boa manutenção é uma ótima forma de valorizar seu investimento. Para isso, é preciso cuidar de todos detalhes, o que inclui o momento de trocar o filtro de ar do carro”, disse.

Quem adora pegar estrada, sobretudo de terra, deve redobrar a atenção com esse item. “O filtro de um carro que anda bastante em estradas de terra, com muita poeira, certamente vai se degradar mais rápido do que aquele utilizado a maior parte do tempo na cidade. Para completar a manutenção preventiva, vale também uma checagem visual, isso ajuda muito! Se o filtro estiver com bastante poeira acumulada, escurecido, não há o que discutir. É preciso fazer a substituição”, garante Roque.

Fique ligado!


– O filtro do ar-condicionado “segura” a sujeira e proteger o sistema de refrigeração;

– Cheiro de mofo e dificuldade de ventilação são sinais de que o filtro está muito sujo;

– Falta de revisões periódicas podem acumular fungos e bactérias no filtro e no ar que circula dentro do veículo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.