O Crossover da Mitsubishi batizado de Eclipse Cross foi lançado em 2018 em nosso mercado com a missão de brigar pela liderança em um mercado altamente competitivo. Apesar de levar o nome (icônico) do esportivo da marca, que fez muito sucesso nos anos 90, o SUV não é uma derivação do lendário carro e sim um veículo novo, porém conta com alguns detalhes que remetem ao referido modelo.

Avaliamos o crossover em pareceria com a concessionária Multicar Mitsubishi Vitória e pudemos ver todo desempenho do modelo. Vamos lá:

O Eclipse Cross

Construído sobre a plataforma do ASX, ele possui 2,63 metros de entre eixos.  Em 2019 o modelo que era importado do Japão passou a ser nacional, sendo fabricado na planta de Catalão, em Goiás. Com a nacionalização o carro ganhou duas novas versões, a de entrada GLS e a HPE.

O modelo é muito bonito e já trás a nova identidade visual da marca, a mesma utilizada na nova Pajero Sport, já comercializada em outros mercados e, ao que tudo indica, que deve ser usada na L200.

Na dianteira as soluções agradam os olhos. Possui faróis amplos afilados em LED que se juntam com a grade cromada que intercala com detalhes em Black Piano. No pára-choque há um grande aplique cromado. Ainda no pára-choque, existe um conjunto que une a lanterna e o farol de neblina.

Na lateral o mesmo apresenta um desenho coupê, com caimento na traseira.  Nas caixas de rodas tem aplique preto, que é usado para dar a impressão de ser mais robusto. Assim também como na caixa de ar, porém aqui ganha friso cinza.

Já na traseira, chegamos ao ponto polêmico onde uns aprovaram, outros não. Eu particularmente gostei bastante. Na tampa do porta-malas existe uma divisão em dois vidros, sendo na posição normal, já o outro mais abaixo numa posição reta, lembrando as do Prius. As lanternas invadem toda a tampa, dividindo os dois vidros.  Já a tampa em si, é bem comum, apenas com friso cromado. Mais abaixo, no pára-choque, temos acabamento preto. A luz de ré e farol de neblina traseiras ficam juntas no pára-choque.

Interior

O interior é um dos pontos fortes, sobretudo pelo fato dos painéis da marca serem muito parecidos.

Para começar a falar do interior, vou iniciar pelo painel, especificamente o acabamento, que é de bons materiais em soft touch, com detalhes em black piano e material que remete ao aço escovado.

O painel de instrumentos é comum, já tradicional da marca, mas a novidade é que ele ganha head up display, que reproduz algumas informações do painel de instrumentos para facilitar a dirigibilidade.

Já a central multimídia usa sistema com tela sensível ao toque de sete polegadas, Android Auto, Apple CarPlay, apps Waze e Spotify, conexão WiFi, navegador GPS, comandos de voz, conexão Bluetooth, DVD player, entre outros. Sistema de som com seis alto-falantes e tweeters, head-up display colorido, comandos de áudio, piloto automático, telefone e limitador de velocidade no volante, retrovisor interno eletrocrômico, entre outros.

Mais abaixo ficam os controles do ar condicionado, que é digital e de duas zonas.

O console central é muito bem acabado, todo em preto brilhante. No console ficam os controles de aquecimento dos bancos e a tração do SUV.

Segurança

Monitoramento de ponto cego, piloto automático inteligente (ACC), aviso de saída de faixa, sistema de aviso de tráfego traseiro, sistema de prevenção de aceleração involuntária, encosto de cabeça e cinto de três pontos para os cinco ocupantes,  sistema de frenagem autônoma de emergência, sistema de farol alto automático, faróis e lanterna de neblina, entre outros.

Motorização

O Eclipse Cross utiliza o motor 1.5 turbo 165 cavalos de potência, a 5.500 rpm, e 25,5 kgfm de torque, de 2.000 a 3.500 giros.

Isso resulta numa relação peso/potência de 9,33 kg/cv na versão de entrada ou 9,73 kg/cv na configuração com tração 4×4, tendo em vista que o modelo tem peso em ordem de marcha de 1.540 kg e 1.605 kg. A transmissão é do tipo CVT.

Ao volante

O Eclipse é realmente muito bom de dirigir. A suspensão é bem calibrada e agradável na questão da dirigibilidade. O que ajuda também são os bancos, que possuem regulagens elétricas.

Na versão que avaliei, conta com teto solar duplo, que dá a sensação de amplitude dentro do carro.  Falando de amplo, o porta-malas é de 561 litros.

Tem bons acabamentos e encaixes. O espaço para quem vai atrás é muito bom, comporta bem os três passageiros.

O motor 1.5 turbo é bem potente e ágil. A transmissão é do tipo CVT, tem trocas na hora certa. Vale ressaltar também que o isolamento acústico é ideal, não passa os ruídos externos para dentro do carro.

Revisões

  • Revisão de 10.000 km
  • Revisão de 20.000 km
  • Revisão de 30.000 km
  • Revisão de 40.000 km
  • Revisão de 50.000 km
  • Revisão de 60.000 km


Conforme citei, essa avaliação foi realizada em parceria com Multicar Mitsubishi Vitória, então se gostou do Eclipse você pode agendar seu test drive com o pessoal da Multcar. Av. Nossa Sra. da Penha, 1661 – Santa Lucia, Vitória – ES (27) 3029-5703

Textos e fotos: Gustavo Lopes – Canal Top Motors (www.topmotors.art.br)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.