Ajudar o motorista na condução do veículo, principalmente se for a
noite, em dias chuvosos ou nas estradas, essa é a principal função das
luzes que um veículo contém. O farol de milha, de neblina, farol,
farolete e lanterna garantem maior visibilidade e segurança ao motorista
e a todos que estão trafegando. É importante compreender como usar essas
luzes, pois de acordo com a legislação brasileira, utiliza-las de
maneira incorreta pode trazer prejuízos, como as indesejáveis multas.

Quando ao assunto é o farol, é bom saber que existem diferentes tipos
deles em um veículo, que deverão ser utilizados conforme a necessidade
de cada momento.

O gerente de oficina da Contauto, Jovani Gomes disse que o farol alto
deve ser utilizado em situações onde a escuridão tomou conta. Ele possui
uma lâmpada mais potente de forma a captar melhor situações que ocorrem
em uma distância maior, porém ao cruzar com outro veículo, o farol ato
deve ser substituído pelo farol baixo, assim como, em situações em que o
carro esteja muito próximo ao veículo da frente, ele também deverá ser
substituído pelo farol baixo.

“Outro lembrete importante com relação ao farol baixo é que ele deve
ser, obrigatoriamente utilizado em rodovias no período do dia,
permitindo que os carros tenha mais visibilidade. O condutor que não
respeita essa regra pode receber uma multa por infração média”, disse
ele.

Faróis queimados, quebrados, desregulados, além daqueles proibidos, como
os que possuem luz de Led e xênon não estão de acordo com a lei e pode
ser o motivo de multa por infração grave.

“O farolete é aquele que fica no farol dianteiro do carro, mostrando a
posição do veículo. Este tipo de luz faz com que se tenha uma melhor
noção do tamanho do veículo. Geralmente estão posicionadas nas laterais,
na parte frontal e traseira de um veículo. São muito importantes em
situações de neblina, noite e em estradas onde há pouca visibilidade.
Estas luzes são importantes para a segurança dos passageiros do carro.
Isso porque os outros veículos conseguem identificá-lo e também manter
uma distância com segurança”, explicou Jovani.

Já as lanternas de neblina são as luzes usadas na parte traseira do
veículo durante situações de baixa visibilidade causadas por poeira,
neve, chuva, ou neblina. As lanternas de neblina são posicionadas na
mesma altura das luzes de freio ou abaixo das luzes de freio, a 20 cm ou
30 cm do chão. Essas luzes servem para ajudar outros motoristas, que
estão atrás dos veículos, a visualizar outros carros, evitando assim
possíveis acidentes.

Jovani alertou sobre o farol de milha, pois este é mais potente que o de
neblina. Seu uso é para situações off-road ou quando o motorista está
atravessando estradas escuras ou trechos com iluminação muito ruim. Como
são apontados para frente, e a potência deles é muito forte, as chances
de cegar um motorista que vem na direção oposta é muito grande. Dentro
das cidades o farol de milha não pode ser utilizado, pois, isso resulta
em infração grave.

Muita gente confunde, mas atenção, farol baixo não é lanterna! A
lanterna é aquela que fica na parte traseira do veículo para que este
possa ser enxergado em situações de pouca visibilidade.

Existe a lanterna traseira de neblina, que são posicionadas na mesma
parte em que as luzes de freio, estando a 20 ou 30 cm do chão. Elas
auxiliam aos motoristas que estão atrás de outros veículos a terem mais
visibilidade.

Mas atenção, elas não podem ser utilizadas em meio urbano. A sua
utilização inadequada pode acarretar em multa, sendo considerada uma
infração média de trânsito.

Texto: ComunicAtiva
Foto: Divulgação
Colaboração: Gustavo Lopes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.