AVALIAÇÃO: TOYOTA YARIS GANHA MAIS FOLEGO NA LINHA 2021

O Toyota Yaris chega à linha 2021 com novos equipamentos e novos motores na versão XL. Além disso o modelo deixa a sigla XL Plus e passa a se chamar XL Conect.

O modelo é um importante nome da marca, sendo um veículo global. No Brasil em 2019 o modelo emplacou 37.686 unidades do hatch e 29.759 unidades do sedã. Já em 2020 foram 10.423 e 6.982 unidades, respectivamente.

Para falar mais sobre o modelo, testamos o Yaris hatch XL Plus em parceria com a concessionária Kurumá Toyota de Vila Velha.
 
A Toyota conseguiu unir as melhores características de dois veículos mais comercializados no Brasil, o Etios e Corolla. Com isso teve sucesso, pois herda os motores eficientes e econômicos do Etios e a transmissão do Corolla. 

Essa união é perfeita, pois o cliente na hora da escolha da compra coloca vários quesitos em julgamento. Design, motor, economia, conforto e preço. Não necessariamente nessa ordem, mas são os principais pilares na escolha da compra de um carro zero.

O Yaris tem um design mais jovem, econômico e muito confortável.  Isso faz com que o modelo se destaque dentro do portfólio da Toyota.

Exterior

Na dianteira ele se destaca pela grande entrada de ar no para-choque que no hatch é em forma de colmeia e no sedã tem linhas na horizontal. Os faróis apesar de ser simples, tem um desenho atual que puxa para a lateral do modelo. Ele tem DLR, mas fica no para-choque e não no farol.
Na lateral, ele tem uma pegada mais descolada, uma parte do aplique dianteiro que fica o farol de neblina invade a lateral do para-choque. O teto é um pouco mais baixo e conta com uma pintura preta na parte de trás das janelas onde remete ao teto flutuante. As janelas são mais estreitas com contorno preto. As rodas são de 15 polegadas (com pneus 185/60) para privilegiar o conforto, segundo a marca.
Na traseira, vemos lanternas que invadem as laterais (elas são de LED na versão XLS). Ainda tem lavador e limpador do vidro traseiro, além de aerofólio e uma faixa pintada de preto.
 
Interior

O interior é bem acabado, apesar de ser todo de plástico, comum para essa categoria, é um plástico de boa qualidade, inclusive faz ilusão de que o painel fosse de couro, mesma receita usada na Hillux. Os bancos são de tecido na versão XL que testamos, mas nas versões XS e XLS são de couro. Ainda no interior, conta com central multimídia e ar condicionado digital.
 
Motorização

É o 1.5 Flexfuel, Dual VVT-i DOHC, de 16 válvulas, seu propulsor é dianteiro, transversal e com comando de válvulas duplas no cabeçote e injeção multipontos.

Ele entrega 105/110 cavalos de potência, respectivamente com gasolina e etanol, sempre a 5.600 giros. O torque máximo é de 14,3/14,9 kgfm, a 4.000 rpm. Sua transmissão é Multidrive CVT, que simula sete velocidades.

Ao volante

O Yaris é um carro que quando você compra, está pensando, não quero Etios, gostaria do Corolla mas lembra que não tem grana pra isso.

O Yaris é um carro extremamente gostoso de dirigir, muito confortável, mesmo no hatch, no sedã nem se fala.

A Toyota conseguiu alinhar a eficiência do motor usado no Etios e a transmissão do Corolla e todo seu conforto.

Ao dirigir a versão XL cedida pela Kurumá Toyota de Vila Velha, pude ver quanto ele é eficiente. Se andar na maciota com pé leve você vai ter um carro leve de se guiar, mas se pisar ele também da conta do recado, faz boas ultrapassagens pois tem boas retomadas. Claro, se trata de um câmbio CVT, então vai gritar um pouco se pisar fundo.

Mas vale ressaltar que o Yaris não é um carro que zela a esportividade e sim o conforto como qualquer carro da marca no Brasil. Ele até tem uma versão “esportiva”, mas só nos apliques, não tem nenhuma mudança de motorização e suspensão.

Vamos aos pontos positivo do Yaris.

Primeiro lugar é o conforto, já disse e repito, muito confortável. Outra coisa é o acabamento, como falei anteriormente, apesar de ser de plástico, é bem acabado e de boa qualidade.

Outra coisa que vale ressaltar é o ar condicionado digital, lembrando que estamos falando da versão XL, intermediária. Então isso é muito bom. Outra coisa é o seu interior preto, além de dar um ar mais esportivo, é menos pesado a sensação dentro do carro. Outro ponto positivo é o consumo, consegui uma média de 10km/l na cidade. Não podemos exigir um consumo de 1.0 né.

Por último para fechar com “chave” de ouro, é a chave presencial, onde descarta o uso da chave na ignição e é feita através do botão Start e a possibilidade de travar e destravar as portas pelo botão na porta.  Lembrando! Na versão intermediária.

Pontos negativos

Os pontos negativos são mais de estética, que tem como ser melhorada.

Primeiro lugar, a central multimídia e o painel de instrumentos tem muito reflexo, talvez seja a posição que eles estão instalados. A central melhorou bastante em comparação as outras da marca. Mas ainda tem a possibilidade de melhora, deixar ela mais rápida.

Por último é o DLR. O DLR é opcional até na top de linha. Deveria ser de série.

É isso, o Yaris é uma excelente opção de compra, claro que tem concorrentes como motores turbo. Mas o público da Toyota é outro, quem compra Toyota compra pela certeza que terá um carro ótimo e duradouro com boa confiabilidade. Além do pós-vendas da Toyota que sempre está entre os melhores em pesquisas.

Sobre a revenda, a marca sempre tem uma ótima revenda onde é muito difícil perder valor.

Texto e fotos: Gustavo Lopes – Top Motors.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.