Se tem um carro que nada sozinho no seu segmento é o Jeep Renegade, pois apesar de ter tantos SUV’s compactos no mercado, só a Jeep oferece um modelo com opção 4×4 diesel.  A montadora oferece várias opções com esse motor, inclusive a versão que avaliamos, a Trailhawk, top de linha da marca.

Além de ser a versão mais equipada, ainda vem de fábrica todo preparado para enfrentar terrenos irregulares.

Ele tem um adesivo preto fosco no capô (que diminui o reflexo do sol na visão do motorista em trilhas com inclinações), pneus de uso misto revestindo as rodas de liga-leve de 17 polegadas com acabamento diamantado, capa dos retrovisores na cor cinza e dois ganchos vermelhos na frente e um atrás.

O Renegade tem bastante vocação off road, conta com suspensão com ajustes diferenciados, maior distância livre em relação ao solo (22,3 cm, contra os 21,6 cm das demais versões), protetores no assoalho, pneus de uso misto e o modo “Rock” (pedra) no seletor de modos de tração.


O interior é bem agradável, tem painel macio ao toque com detalhes em vermelho, assim como os bancos de couro que tem costuras aparentes. A central multimídia é compatível com Smartphones.

Motorização


O Renegade Trailhawk é equipado com motor 2.0 turbodiesel de 170 cavalos de potência, a 3.750 rpm, e 35,7 kgfm de torque, a partir de 1.750 giros. O Câmbio é de 9 marchas.

Ao volante


Quem nunca viu algum vídeo nas redes sociais “zoando” o Jeep Renegade dizendo que não aguenta um off road, não é? Mas durante os 7 dias a bordo do Renegade pude ver o quanto o modelo é valente.

Não é o mais robusto da marca, mas vale lembrar que é um SUV Compacto, mas que encara muitos desafios.
 

Seu motor 2.0 turbodiesel é muito bom, potente e bem ágil. Assim como a Fiat Toro que divide o mesmo motor e transmissão com Renegade é a melhor opção de motorização dos dois modelos.
 

Em questão de conforto ele está de parabéns, o Jeep é bem confortável, seus bancos de couro de excelente qualidade e materiais agradáveis ao toque. O isolamento acústico do Renegade é muito bom, dentro do modelo não se ouve tanto o ruído do motor diesel, apesar de que gosto do som desse tipo de motor.


A transmissão de 9 marchas tem trocas bem suaves. Pude perceber que a primeira marcha quase não é usada, pois é curta, sempre sai de segunda marcha. Apesar de ser 9 velocidades, a nona marcha é usada mais em alta velocidade, em estrada pois vai atuar para reduzir a rotação do motor e assim diminuir o consumo de combustível.


O Renegade Trailhawk também conta com sistema de tração 4×4, ela entrega a força nas quatro rodas somente após os sensores detectarem necessidade conforme a situação. Em condições normais de aderência no piso, a tração do “SUVzinho” é sempre dianteira. Sua seleção do 4×4 é manual e fica localizado no console do painel.


Outro sistema é o controle de tração Selec-Terrain, que oferece até cinco modos de funcionamento: Auto (automático), Snow (neve), Sand/Mud (areia/lama) e Rock (pedra), este último exclusivo do Trailhawk.

O Jeep aqui no ES é vendido na Vitória Motors por R$ 168.890.

Texto e fotos: Gustavo Lopes – Portal Top Motors.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.